Por que pensam que o e-mail marketing não funciona?

Talvez seja baseada na forma em que se enviavam os e-mails antigamente, uma primeira geração que chamamos de 1.0. Antes, acreditava-se que quanto mais e-mails disparados, maiores eram as suas chances de resultados. Ou seja, o importante numa campanha era enviar indiscriminadamente uma mensagem a um grupo grande de contatos, sem levar em consideração fatores fundamentais do seu público-alvo como gênero, perfil, entre outras características personalizadas. Funcionava assim porque o propósito era estabelecer uma comunicação unilateral, onde o objetivo real era apenas levar ao maior número de pessoas a promoção de um produto ou mensagem institucional. Esse modelo, apesar de ultrapassado, ainda é utilizado por algumas empresas.

Read More